origem

Atentem bem nisto!

O Benfica equipa de Vermelho e não de encarnado.
Pois:
encarnado é uma alma ou espírito que ocupa temporariamente um corpo humano que posteriormente irá desencarnar, e talvez, reencarnará novamente.

domingo, 15 de abril de 2012

4ª Conquista

E  lá conquistamos a 4ª cervejeira, é apenas a 3ª em termos de importância no futebol português, mas não deixa de ser uma conquista.
Mais uma vez foi um jogo muito suado como eu previa. 
Quanto aos nossos jogadores gostaria de dizer que Eduardo fez um bom par de defesas, mas no lance do golo gilista, podia ter-se atirado à bola que provavelmente poderia defendê-la. Mas isto é mal dos guarda-redes portugueses...fiam-se no golpe de vista e depois dá nisto...Já os Brasileiros atiram-se a tudo o que é bola e fazem cada defesa que se dizem impossíveis...(Hélton, Peçanha, Cássio, Artur).
Na defesa, nada a registar, só no fim do jogo é que percebi que o Defesa Esquerdo tinha sido o Capdvilla! O meio campo funcionou bem, com Rodrigo a destacar-se e a marcar o golo que certamente lhe faltava para o moralizar, acho que veio tarde na época, assim como o golo moralizador de Saviola. Vamos agora ver se conseguimos manter o segundo lugar para termos acesso à liga dos campeões da próxima época. 
Igualamos os rivais do Freixo em títulos, mas daqui a um mês eles voltarão a ficar à nossa frente...
O que interessa é que ontem pela tv vi no estádio muitos adeptos jovens que exultaram e muito com os golos do Benfica e com a conquista da taça da liga, que como disse e bem Rodrigo..."se perdessemos todos irias fazer com que fosse uma liga dos campeões, como a ganhamos é só uma taça da liga", mas para mim, uma taça da liga vale mais que uma supertaça! Pois é mais uma prova de regularidade e não uma taça num jogo único onde é mais fácil mexer em factores extra 4 linhas!

1 comentário:

  1. Pessoalmente estou muito satisfeito com mais uma conquista do meu clube e acho ridículo da parte de alguns benfiquistas que não valorizem esta conquista como outros fariam se fossem eles a ganhar, obviamente não é motivo para invadir o Marquês de Pombal, mas é motivo de regozijo, daí eu chamar de otários, aqueles energúmenos que depois de uma prova conquistada, ainda se entreteram a ofenderem jogadores e treinadores, sinceramente, atitudes destas, só podem ser obra de uns autênticos palhaços, uns burros sem igual, sem desprimor para o animal.

    ResponderEliminar